Como aumentar o tráfego orgânico do site?

como aumentar o tráfego organico do site - foto principal

Aumentar o tráfego orgânico do site pode ser uma tarefa desafiadora. Porém, com uma boa manutenção e gerenciamento, pode ser uma ótima fonte de aquisição.

Toda marca ou empresa quer ser conhecida e conquistar novos clientes. Mas para fortalecer a presença de um negócio na internet e impulsionar o engajamento online, é fundamental investir em boas estratégias de marketing digital. 

Com as ações corretas, é possível se diferenciar da concorrência e atrair o público alvo desejado.

Confira tudo o que você precisa saber sobre o assunto a seguir!

O que é tráfego orgânico?

Tráfego orgânico é o conjunto de visitas a um site, página ou blog obtido de maneira espontânea, sem que haja necessidade de patrocínios ou anúncios. 

É o que ocorre, por exemplo, quando um usuário procura um determinado termo em um site de buscas – como Google, Yahoo ou Bing –, encontra um endereço e resolve clicar no domínio para acessá-lo.

Como aumentar o tráfego orgânico do site exemplo

Essa é uma importante estratégia para quem quer atrair consumidores e clientes e ampliar as chances de vender um produto ou serviço, com um investimento de baixo custo. 

Leia mais: Como alavancar o alcance orgânico no Facebook com o Marketing de Defensores >

Mas isso não significa que os resultados virão sem esforço.

O tráfego orgânico demanda produção de um conteúdo de qualidade, atraente para a persona – o que demanda tempo, pesquisa e periodicidade das publicações. 

Também é importante promover o conteúdo em diversas plataformas para que mais pessoas encontrem as mensagens e conheçam a marca. Identificar as demandas e interesses do público-alvo é fundamental.

Mas antes, é importante entender como funciona este tipo de tráfego.

Como funciona o tráfego orgânico?

animation illustration GIF by Tony Babel

Como o próprio nome sugere, o tráfego orgânico ocorre quando o acesso a um determinado domínio ocorre sem que haja investimento em anúncios. 

Ao contrário do chamado tráfego pago, é uma modalidade de visita espontânea, a partir de links que não foram patrocinados.

Disputar com diversos concorrentes e garantir uma boa posição nos resultados das buscas é desafiador, mas vantajoso.

Uma pesquisa publicada pela agência Moz apontou que 71,33% das buscas vêm de cliques em resultados orgânicos que aparecem já na primeira página de resultados dos buscadores. 

Isso significa que a maioria dos usuários de sites de busca tendem a apostar em links não patrocinados e bem ranqueados.

O estudo indicou ainda que menos de 2% das pessoas que pesquisam um termo de interesse no Google acabam clicando em anúncios e sendo redirecionadas para os sites promovidos. 

Automaticamente, isso significa que mais de 98% dos cliques na plataforma são resultados orgânicos.

Vantagens em investir em tráfego orgânico

  • Custo-benefício: iniciativas que visam impulsionar os acessos orgânicos geralmente exigem custos baixos ou nulos.
    Assim, se bem-sucedidas, certamente gerarão maior lucratividade se comparadas com estratégias pagas e patrocínios.
  • Geração de leads qualificados: estratégias voltadas para o tráfego orgânico tendem a atrair pessoas que realmente estão interessadas nos produtos e serviços oferecidos.
    Dessa forma, as vendas e contratações se tornam muito mais prováveis.
  • Escalabilidade: anúncios pagos não são escaláveis, ou seja, quando o investimento no patrocínio de um conteúdo reduz, o tráfego também diminui. Já com as estratégias orgânicas acontece o oposto: quanto mais acessos, menor o custo.
  • Criar e manter relacionamentos: o tráfego pago funciona bem quando se espera obter resultados mais rápidos, mas são os acessos orgânicos que tornam o público e os clientes mais próximos da marca.

Oferecer conteúdo atualizado, relevante e de qualidade gera mais visitas ao site e contribui para gerar autoridade.

Tráfego orgânico x tráfego pago

Na hora de escolher entre uma estratégia de marketing focada em tráfego orgânico ou pago, deve-se levar em conta algumas variáveis importantes. 

Por um lado, patrocínios podem trazer rápida visibilidade para a marca, atraindo novos clientes. Por outro, a garantia de acessos espontâneos gera um fluxo mais barato e sustentável a médio e longo prazo. 

Além disso, depois de algum tempo bem posicionados nos resultados das pesquisas, os sites tendem acumular mais visitas e trazer novos usuários de forma gratuita.

Como esses dois modelos de tráfego apresentam vantagens e desvantagens, a decisão deve levar em conta a verba disponível para a campanha, o objetivo da iniciativa, o custo-benefício e o prazo estipulado para se atingir os resultados esperados.

Se a empresa detiver recursos suficientes, o ideal é desenvolver propostas que estimulem ambos os tráfegos, já que essas ações podem ser complementares e impulsionar ainda mais os negócios se realizadas simultaneamente.

Leia mais: Como diminuir seus custos com anúncios em Mídias Sociais >

Como gerar tráfego orgânico?

Quando se chega à conclusão de que o investimento em tráfego orgânico é o ideal para uma determinada estratégia de marketing, o passo seguinte é investir em maneiras de impulsionar os acessos espontâneos ao domínio.

Marketing de Conteúdo

Uma iniciativa fundamental nesse caso é o marketing de conteúdo, ou seja, um conjunto de estratégias para engajar o público alvo, aumentando o número de potenciais clientes pela oferta de conteúdo relevante, original e de qualidade. 

Em outras palavras, trata-se de apresentar um material atraente para o usuário em suas plataformas, agregando valor à marca e, dessa forma, impulsionando mais os negócios.

Leia mais: Marketing de Conteúdo e Marketing de Defensores: entenda essa relação! >

Advocacy Marketing

O Advocacy Marketing é a mais nova tendência de marketing digital. 

Assim como aconteceu com o Inbound Marketing, essa estratégia está começando a aparecer em algumas empresas, trazendo grandes resultados.

O objetivo do Marketing de Defensores é utilizar o engajamento de clientes ou colaboradores, por exemplo, para resultar em maior alcance digital.. 

A metodologia funciona com a gamificação das ações dos usuários. Cada ação realizada possui uma pontuação e por fim, o usuário troca seus pontos por prêmios oferecidos pela empresa.

A troca de pontos por prêmios serve como um incentivo para que o usuário faça a interação pedida pela empresa.

Resumindo: ao utilizar o Advocacy Marketing como estratégia de tráfego orgânico, você pode propor aos seus usuários a compartilhar conteúdos em suas redes sociais, gerando resultados mais expressivos e qualificados.

SEO (Search Engine Optimization)

Outra medida importante é apostar em SEO (Search Engine Optimization), que nada mais é do que a otimização dos mecanismos de busca por meio do uso de determinadas palavras-chave. 

Essas expressões correspondem à maneira como o usuário escreve suas dúvidas e interesses em um site de buscas.

É fundamental entender qual é a intenção por trás da escolha dessas palavras comumente digitadas para se produzir e divulgar conteúdos que estejam alinhados às demandas do público. 

Com a implementação dessas técnicas, sites e páginas ganham visibilidade nas buscas do Google, sendo encontrados mais facilmente.

Para iniciar uma estratégia de SEO é fundamental:

  • Conhecer o público-alvo e construir a persona do negócio;
  • Identificar as páginas mais acessadas e os canais que geram mais engajamento;
  • Monitorar os resultados das conversões a partir das técnicas aplicadas.

Disparo de e-mail marketing

Além disso, também é possível impulsionar o tráfego orgânico por meio do e-mail marketing, ou seja, conteúdos diversos (como boletins e newsletters) enviados por e-mail para um público especifíco, que optou por receber seu conteúdo.. 

Com um cadastro de endereços eletrônicos em mãos, fica mais fácil direcionar os acessos para conteúdos específicos. 

Nesses casos, é fundamental produzir materiais atualizados e relevantes que motivem o destinatário a abrir a mensagem e acessar os links enviados.

Conclusão

Estratégias de marketing voltadas para tráfego orgânico são iniciativas eficazes e de baixo custo para conquistar novos consumidores e fidelizar clientes. 

Embora seja necessário investir tempo para planejar conteúdos relevantes, com qualidade e periodicidade – e que atraiam o público de forma espontânea –, o resultado é compensador e mais duradouro.