20 Estatísticas que provam o Poder do Employee Advocacy

Você ainda está em dúvida se o Employee Advocacy funciona para a sua empresa? Separamos 20 estatísticas comprovadas que mostram o poder dessa estratégia de marketing.

Empresas como a Adobe, Teradata, Electronic Arts, Dell e Starbucks já reconheceram o poder do Employee Advocacy em suas estratégias de marketing e conquistaram benefícios tangíveis.

Mas, o que é Employee Advocacy?

O Employee Advocacy, uma das vertentes do Marketing de Defensores, é o método usado para promover a marca, de forma autêntica e confiável, através das pessoas que trabalham na empresa. Essa promoção é feita por meio dos colaboradores em suas mídias sociais ou outros canais digitais.

Com o Employee Advocacy é possível criar uma cultura organizacional e transformar os colaboradores em embaixadores da marca.

A aplicação dessa estratégia beneficia as empresas e, principalmente, os colaboradores, já que motiva, incentiva a interação e facilita a comunicação.

Quer saber mais sobre o assunto? Criamos um conteúdo completo para você aqui.

Colaboradores são a espinha dorsal de qualquer negócio

Você sabia que funcionários são frequentemente considerados os melhores defensores de uma empresa?

Isso acontece, em primeiro lugar, quando os empregadores priorizam um ambiente saudável e motivador.

Como transformar colaboradores em defensores de uma empresa?

A implementação de um programa de Employee Advocacy em sua organização é o passo essencial na conquista de defensores de marca.

Imagine que você está aplicando o programa na sua empresa. Por meio dele você vai compartilhar uma gama de informações relevantes com seus colaboradores, tornando-os mais informados e engajados.

Seus colaboradores vão se interessar, participar e compartilhar esse conteúdo em suas próprias redes sociais. Esse passo pode aumentar o alcance de sua marca em mais de 500%.

Aqui nós explicamos como transformar colaboradores em defensores de marca.

Benefícios do Employee Advocacy

Como citamos anteriormente, maior visibilidade e reconhecimento da marca são os dois principais benefícios para as empresas.

No entanto, existem outros fatores que tornam o Employee Advocacy um programa realmente benéfico:

• Aumento do tráfego de entrada no site da empresa;
• Diminuição nos custos de contratação de novos colaboradores
• Melhores classificações nos mecanismos de busca;
• Aumento no consumo de conteúdo produzido pela empresa;
• Custos de marketing reduzidos.

E mais! Impacta nos resultados financeiros da empresa, aumentando a atração e desenvolvimento de novas oportunidades de negócios e gerando novas receitas.

Você ainda está em dúvida se o Employee Advocacy funciona para a sua empresa?

Separamos 20 estatísticas comprovadas que mostram o poder dessa estratégia de marketing:

1) A experiência do funcionário foi a segunda preocupação mais importante para os empregadores dos Estados Unidos, classificado como importante ou muito importante por 85% dos executivos.
Fonte: Deloitte, Tendências de capital humano global da Deloitte.

2) 83% dos candidatos a emprego tendem a pesquisar a empresa e suas avaliações/classificações ao decidir onde se candidatar a um emprego.
Fonte: Glassdoor, Harris Poll.

3) Ao decidir sobre onde se candidatar a um emprego, 84% dos candidatos dizem que a reputação de uma empresa como empregador preferencial é importante.
Fonte: Glassdoor, Harris Poll.

4)93% dos candidatos a emprego dizem ser importante estar informado sobre todos os aspectos de uma empresa, como, por exemplo, cultura, valores, missão, modelo de negócios, planos de carreira, prós e contras sobre o local de trabalho, antes de aceitar uma oferta de emprego
Fonte: Glassdoor, Harris Poll.

5) 55% dos candidatos a emprego abandonam os formulários de emprego após ler uma avaliação negativa.
Fonte: Career Arc.

6) 49% das empresas pesquisadas pela PostBeyond possuem um programa de Employee Advocacy. A pesquisa foi realizada no Canadá e nos Estados Unidos com 350 empresas em cada país.

7) Empresas que aplicam o Marketing de Defensores crescem mais rápido e veem mais benefícios do que aquelas sem um programa. 31% das empresas de alto crescimento têm colaboradores participando do programa.
Fonte: Hinge Research Institute e Social Media Today.

8) Programas de Employee Advocacy com pelo menos 1.000 participantes ativos podem gerar US$ 1,9 milhão em valor publicitário.
Fonte: Kredible Employee Advocacy Study

9) O McKinsey Global Institute afirma que a produtividade aumenta em 20-25% em organizações com funcionários conectados.

10) Os benefícios do Marketing de Defensores vão além da empresa e impactam seus defensores de forma positiva. 87,2% dos funcionários que participam de ações de Employee Advocacy acreditam que isso expande sua rede profissional.
Fonte: Hinge Research Institute e Social Media Today.

11) O crescimento no número de seguidores nas redes sociais, o impacto no tráfego do site e o número de leads vindos das redes sociais foram as três principais maneiras das empresas medirem o sucesso do Employee Advocacy na empresa.
Fonte: Hinge Research Institute e Social Media Today.

12) 98% dos funcionários usam pelo menos um site de mídia social para uso pessoal, dos quais 50% já fazem postagens sobre a empresa que trabalham.
Fonte

13) O LinkedIn descobriu que os funcionários de uma empresa tendem a ter 10 vezes mais seguidores do que a própria empresa.
Fonte: LinkedIn

14) O conteúdo compartilhado pelos funcionários é visto como três vezes mais autêntico e normalmente apresenta uma taxa de cliques duas vezes maior do que quando o porta-voz corporativo compartilha as mesmas informações.
Fonte: LinkedIn

15) O conteúdo compartilhado por funcionários recebe 8 vezes mais engajamento do que o conteúdo compartilhado por canais de marca.
Fonte

16) 81% dos millennials compartilham informações sobre seus trabalhos.
Fonte: The Marketing Advisory Network.

17) 79% das empresas relataram mais visibilidade online após a implementação de um programa de Employee Advocacy. 65% relataram maior reconhecimento da marca.
Fonte

18) Um programa de Employee Advocacy custa 1/10 da publicidade paga.
Fonte: EveryoneSocial

19) As mensagens de marca alcançaram 561% a mais quando compartilhadas pelos funcionários em comparação com as mesmas mensagens compartilhadas por meio dos canais sociais oficiais da marca.
Fonte

20) Leads desenvolvidos por meio de atividades nas redes sociais dos funcionários têm sete vezes mais probabilidade de se converterem.
Fonte: IBM e Deloitte

Tendo essas informações em mãos, você percebe a importância do Employee Advocacy, que já vem sendo adotado por empresas internacionais e é tendência aqui no Brasil.

Quer iniciar o seu programa de Employee Advocacy e não sabe por onde começar?

Solicite uma demonstração da Peepi, a primeira solução brasileira para Gestão de Programas de Employee Advocacy

Transforme já seus colaboradores em seus influenciadores de marca!