10 cases de Marketing de Defensores para você conhecer de perto a eficácia dessa estratégia

Grandes empresas já investem na publicidade impulsionada pelos consumidores. Conheça alguns cases de Marketing de Defensores incríveis para você se inspirar e adotar esse modelo na sua empresa.

Grandes empresas já impulsionam seu crescimento por meio de um programa de defensores. Pense na Apple, Netflix ou Nubank, por exemplo. Alguém já te disse como essas marcas são boas? Você já viu alguma publicação nas mídias sociais elogiando os serviços da marca? Esse é um exemplo clássico de empresas que naturalmente atraem clientes que defendem a marca.

Muitas vezes, essas marcas atraem fãs e defensores a partir de suas narrativas incríveis e relacionamento exemplar com o cliente. Ao utilizar o Marketing de Defensores, essas empresas podem impulsionar seu crescimento usando seus clientes como uma equipe de vendas descentralizada.

Confira 10 cases de Marketing de Defensores com base em cada fase dessa estratégia:

  • Identificação e envolvimento: como identificar seus defensores.
  • Mobilização: Que ações você pode pedir a seus defensores que realizem que seriam úteis para você.
  • Reconhecimento: os incentivos que você deve usar para recompensar seus defensores, a fim de construir um relacionamento forte com eles.
  • Divulgação: Como usar a defesa de direitos em suas vendas e marketing.

Identificação e envolvimento

Case 1: Filme “A Origem” (Inception)

Em uma edição da convenção WonderCon, fãs do filme foram surpreendidos com um QR Code  que os direcionava para um conteúdo exclusivo da obra, que poderia ser acessado após o cadastro do usuário. 

Dessa forma, a equipe de marketing do filme não só conseguiu coletar endereços de e-mail de defensores do filme, mas também os transformou em um vetor de divulgação da obra.

Case 2: Starbucks

A Starbucks fez uma campanha no Twitter chamada #tweetacoffee, que permitia que pessoas comprassem um cartão-presente de 5 dólares para um amigo. A ação gerou aproximadamente 180 mil dólares, porém, o ROI real veio da identificação dos defensores e clientes em potencial com os quais a Starbucks poderia se envolver.

Com o projeto, a empresa conquistou reconhecimento pela interação entre contas do Twitter. Além disso, pôde identificar 27.000 clientes defensores e 27.000 novos clientes em potencial.

Mobilização

Case 3: Chubbies

Chubbies, uma marca norte-americana de bermudas, é um exemplo incrível do uso do Marketing de Defensores para impulsionar sua receita. Por meio de conteúdo inovador e que inclui ativamente seus clientes, a empresa tem um grupo de defensores incríveis.

A Chubbies pede que seus clientes enviem fotos por e-mail ou marquem a marca nas redes sociais. Mesmo sem oferecer recompensas (o que aumenta o engajamento), eles ainda recebem toneladas de conteúdo.

Case 4: KBC

KBC é um banco multicanal belga e um ótimo exemplo de cases de Marketing de Defensores. A empresa conseguiu transformar um conteúdo relativamente desinteressante de imprensa, em um material interativo no WhatsApp, permitindo a interação dos clientes e aumentando o alcance da notícia.

O KBC identificou 1.400 defensores da marca e pediu que eles compartilhassem a notícia. O convite em si teve uma taxa de abertura de 71% e 750 defensores da marca realmente compartilhados.

O que você poderia pedir aos seus defensores para fazer por sua marca?

Case 5: Uber

Indicar um amigo é outra ação que você pode pedir que seus defensores realizem. Empresas de software como a Uber usaram esses métodos para estimular um crescimento massivo de novos clientes. 

A empresa possui programas de divulgação tanto para passageiros quanto para motoristas – o que permite utilizar a técnica de compartilhamento e indicação para o crescimento de ambos os segmentos.

Nos Estados Unidos, a Uber também possui programas de indicação específicos para os motoristas que trabalharam anteriormente para a Lyft, seu maior concorrente no país.

Case 6: Tesla

Recentemente, empresas como a Tesla instituíram pacotes semelhantes para produtos muito maiores. Por exemplo, se você indicar um amigo para comprar um Tesla, ambos ganham mil dólares de desconto em seu novo pedido.

Se você conseguir recomendar dez amigos para comprar um Tesla, você terá o direito de comprar um Founder Series Modelo X – um carro que não está disponível para compra ao público, com todas as opções gratuitas (um valor adicional de $ 25.000 de valor).

Reconhecimento

Case 7: Lancôme

A Lancôme instituiu um sistema de recompensas aos clientes que compartilham seus pedidos nas redes sociais. Os presentes incluíam itens por tempo limitado, itens favoritos para viagens ou acessórios de beleza, como nécessaires. Isso fez com que a porcentagem de membros concluindo uma ação (fazer compras ou interagir nas redes sociais) aumentasse em 60% ao mês e a média de inscrições mensais aumentasse em mais de 40%.

Eles também recompensam os clientes por compartilhar nas redes sociais por meio de seus próprios pontos de fidelidade, que podem utilizar em uma variedade de presentes.

Divulgação

Case 8: Made.com

A empresa Made.com usa conteúdo gerado pelo usuário para dar uma visão holística de seus produtos. A empresa usa fotos de seus produtos em casas de pessoas reais (enviadas por clientes) e as usa como um exemplo da aparência do produto. Isso dá aos compradores a confiança de que estão conseguindo o que desejam, ao mesmo tempo em que envolvem o público que já possuem.

Case 9: Apple

A Apple é um dos exemplos mais conhecidos de uso de Conteúdo Gerado pelo Usuário em sua estratégia de marketing. “Selfies on iPhone X” é um exemplo clássico de Conteúdo Gerado pelo Usuário autêntico criado por engajamento para publicidade.

A ação utilizou selfies tiradas pelos próprios consumidores para divulgar a qualidade da câmera do iPhone X. Essas fotos foram divulgadas tanto nas redes sociais quanto em outdoors.

Selfies on iPhone X Thomas H billboard

Case 10: Urban Outfitters

A Urban Outfitters obteve imagens de pessoas reais usando seus produtos em um ambiente do mundo real como parte de sua campanha UOonYou em 2013. Eles fizeram os clientes usarem sua hashtag específica para criar uma comunidade e usar o conteúdo gerado pelo usuário. Posteriormente, eles adicionaram esse conteúdo às páginas de seus produtos para aumentar a conversão e ter mais interação com o consumidor.

https://www.duel.tech/hs-fs/hubfs/Imported_Blog_Media/image8-1024x565.jpg?width=476&height=263&name=image8-1024x565.jpg

Próximo passo: adotando uma estratégia de Marketing de Defensores

O Marketing de Defensores é uma maneira incrível de impulsionar o crescimento e o reconhecimento de marca de uma empresa. Em uma era em que a confiança do consumidor está em baixa, os clientes respondem melhor a este tipo de publicidade autêntica. Afinal, já sabemos que as pessoas confiam mais em outras pessoas, não em marcas.

Por isso, mesmo que sua empresa não tenha o porte da Tesla, é possível criar uma estratégia de Marketing de Defensores. Afinal, se sua empresa investe em uma boa experiência do consumidor, já está a um passo de atrair uma legião de fãs em potencial para divulgar sua marca nas redes sociais.

Se inspirou com esses cases de Marketing de Defensores? Quer saber mais sobre como colocar no ar uma estratégia efetiva de Marketing de Defensores? Confira nosso checklist completo!

Checklist: como colocar no ar uma estratégia efetiva de Marketing de Defensores