Como criar um programa de Employee Advocacy

Talvez você nunca tenha pensado nisso, mas seus funcionários podem ser uma das ferramentas de marketing mais eficazes para o seu negócio.

A maioria, se não todos, estão presentes nas mídias sociais e com um pequeno incentivo podem falar da sua marca, então por que não explorar melhor esta grande oportunidade?

Alguns dos colaboradores compartilham espontaneamente informações e promovem a empresa que trabalham em plataformas digitais, porém para outros é preciso um “empurrãozinho” para agirem dessa forma também.

É hora de começar a aproveitar esses defensores internos e implantar uma estratégia de Employee Advocacy.

Quando os funcionários estão felizes em seu local de trabalho, é natural que eles queiram compartilhar esta alegria com outras pessoas.

Para dar voz a estes colaboradores satisfeitos e propagar a marca, a melhor estratégia a se adotar é a criação de um programa de Employee Advocacy.

No Programa de Employee Advocacy você poderá conhecer melhor cada um, coletar insights que podem ajudar a melhorar o produto ou serviço da empresa, além de criar um canal para se relacionar com seus colaboradores aumentando assim o engajamento entre eles e a marca.

Benefícios do Employee Advocacy

Conquistar novos públicos:

Colaboradores que defendem a empresa ajudam a conquistar novos públicos como suas famílias e seus amigos.

As marcas geralmente não se relacionam com a família de seus colaboradores, porém seus funcionários já possuem esse canal aberto e conhecendo mais da marca, fica mais fácil para eles espalharem a mensagem.

advocate marketing

Grande chance de sucesso:

Os colaboradores já estão motivados e empolgados para ver a marca alcançar o sucesso, eles conhecem a marca e torcem por ela.

Eles tendem a ser positivos porque acreditam na marca, entendem sua missão e seus valores, querem apoiar suas iniciativas.

Eles conhecem bem as diretrizes e sabem operar dentro delas.

O que significa que é grande a chance de sucesso com a ajuda de colaboradores que defendem a marca.

Uma fonte confiável:

Colaboradores são vistos como especialistas em sua marca e produtos, assim suas opiniões são extremamente valiosas e confiáveis do ponto de vista de seus amigos e familiares.

Por isso a probabilidade das pessoas compartilharem uma mensagem da marca que um colaborador compartilhou é muito maior do que quando a própria marca compartilha.

Quer saber se Marketing de Defensores funciona para a sua empresa? Leia em nosso artigo especial!

👉 Como mensurar seu Programa de Marketing de Defensores

Fortalecimento da marca pessoal:

Capacitando funcionários para se tornarem defensores, a marca está ajudando-os a construir a sua marca pessoal dentro de sua rede de contatos.

Ao capacitar funcionários para compartilhar conteúdo interessante, eles podem estabelecer uma posição de autoridade sobre o assunto e assim tornam-se mais engajados.

Esta autoridade conquistada tem um impacto positivo na carreira em geral do colaborador, porque ele está adicionando habilidades e conhecimento em seu repertório.

Construção de uma cultura dentro da empresa:

Participando de um programa de employee advocacy os colaboradores sentem-se como uma parte importante da empresa.

Esse sentimento é importante, ele faz parte da natureza humana.

Com isso, fica mais fácil para os colaboradores compartilharem a cultura da empresa entre todo o time.

Maior comprometimento:

Os funcionários irão defender a marca porque ajuda a demonstrar o seu compromisso e apoio a empresa.

Portanto, um programa de employee advocacy permite que essa lealdade seja comprovada e demonstrada publicamente.

É importante criar uma estratégia para não perder esta oportunidade de engajar os colaboradores e tê-los como uma poderosa ferramenta de marketing.

Os benefícios dessa relação não serão apenas para a marca, mas também para os próprios colaboradores que irão ter um ambiente mais agradável para trabalhar e oportunidades de carreira diferenciadas.

Para aproveitar ao máximo é preciso criar um canal onde essa relação irá acontecer, é aí que entra o programa de Employee Advocacy, uma ferramenta que irá ajudar a sua marca a executar esta estratégia.

Para ajuda-los a criar um programa de Employee Advocacy separei aqui 5 passos fundamentais:

Como criar um Programa de Employee Advocacy

1. Identifique seus objetivos

Se você está criando um programa de defensores para seus colaboradores engajarem com a marca e ajudarem seu negócio, é preciso identificar quais serão os objetivos dentro deste programa.

Só assim você conseguirá alcançar o sucesso esperado.

Ao iniciar sua estratégia, foque em seu principal objetivo, seria ele aumentar o tráfego?

Contratar novos funcionários?

Aumentar as vendas?

Independente de qual for, verifique se eles estão claramente definidos no início do processo.

2. Determine as regras

Para ser justo com todos os colaboradores trace as regras do seu programa, crie uma política de mídia social, inclua a missão da marca, os objetivos da empresa, e os fundamentos da marca em geral.

Com uma política claramente definida seus funcionários poderão ajudar a marca sem medo de estar desrespeitando as regras, eles vão conhecer seus limites.

Quer saber se Marketing de Defensores funciona para a sua empresa? Leia em nosso artigo especial!

👉 Como mensurar seu Programa de Marketing de Defensores

3. Comunique sua missão e incentive a cultura da empresa

É imprescindível a transparência com os funcionários, claro que não é preciso abrir detalhes específicos da empresa, mas deixar clara a missão da empresa e incentivar seus funcionários para participarem da cultura da empresa é algo que precisa ser trabalhado e o programa de Employee Advocacy pode ajudar nesse desafio.

Convide os novos funcionários para reuniões de alinhamento, explique para eles a cultura e a missão da marca antes convidá-los a participar do programa, assim quando eles começarem suas ações estarão realmente preparados.

Não esqueça também de sempre atualizá-los sobre os acontecimentos, para defender a marca os colaboradores precisam estar informados.

4. Incentive seus colaboradores

Incentivando conversas entre os próprios colaboradores sobre o produto ou serviço da marca, eles ficarão mais motivados a compartilharem suas ideias.

Quanto mais conversas você conseguir gerar em torno de sua marca, maior será o engajamento e o bom relacionamento a longo prazo.

Proporcione inspiração e ideias para que eles façam compartilhamentos on-line, seja em forma de vídeos, fotos ou citações sobre a cultura da empresa.

5. Reconheça seus colaboradores

É importante que seus funcionários se sintam valorizados.

Recompense-os por todo o trabalho e esforço em propagar a marca.

Não deixe passar despercebido a contribuição que seu colaborador vem oferecendo a empresa.

Ao criar um programa de Employee Advocacy você pode facilmente incentivar seus colaboradores a compartilhar o conteúdo da marca ou interagir com a sua marca online, em seguida recompense-os com pontos que lhes permitam a troca por produtos da marca, brindes, mentoring de carreira, entre outras vantagens que a empresa possa oferecer conforme seu segmento.

Seus colaboradores tem um grande poder, ajude-os a enxergar e propagar isso.

Com plataformas como a da Peepi você pode gerenciar tudo em um painel da marca personalizado para suas necessidades.

Dessa forma fica muito mais simples agregar todos estes detalhes e criar o seu programa de Employee Advocacy.

E então, você terá tudo o que precisa para alcançar o sucesso.